RUAS E CASARÕES
 

         O Centro Histórico de Pirenópolis foi tombado pelo IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico a Artístico Nacional em 1989. Isto significa que o conjunto arquitetônico das edificações desta área é protegido por lei. Qualquer alteração nas fachadas destas casas só poderão ser efetuada com o parecer técnico de arquitetos especializados.

         A maioria dos casarões do Centro Histórico são o período colonial. Estas casas foram erguidas sobre estrutura de madeira (esteios e vigas de aroeira) com telhados de barro (telhas-coxa) e paredes de adobe (grande tijolo cru). As paredes, janelas e soalhos de tábuas são apoiados em vigas de madeira (baldrame).

         O calçamento e pedras, apesar de parecer, não é tão antigo como se pensa. Foi feito com restos da pedreira durante a década de 1960, quando se iniciou a exploração maciça das pedreiras devido a construção de Brasília.

         As principais ruas do centro histórico são:

Rua Direita

         RUA DIREITA: Nesta rua se concentram as mais antigas e maiores casas coloniais. Considerada a rua mais antiga.

         RUA NOVA: Acima da Rua Direita, também tem casas grandes.

Rua do Bomfin

         RUA DO BONFIM: Liga a Matriz com a Igreja do Bonfim. Lojas, restaurantes, bares e casas coloniais.


Rua Aurora

         RUA AURORA: Liga a Igreja do Bonfim com o Rio das Almas. Há vários casarões nesta rua.

Rua Beira Rio

         BEIRA RIO: (Rua Pireneus/Rua do Carmo): Pode ser vista a Ponte do Rio das Almas, a casa de Câmara e Cadeia e a Igreja do Carmo.

Rua do Lazer

         RUA DO ROSÁRIO: Local de lazer (bares e restaurantes) e lojas de artesanatos.